25 de janeiro de 2012

SPFW: Sexto dia

Olá queridas,
Infelizmente chegou ao fim mais uma edição do São Paulo Fashion Week, e mais cinco marcas cruzaram as passarelas. Mais um dia bastante conceitual, que contou com Neon, Fernanda Yamamoto, Amapô e André Lima. Para completar Alexandre Herchcovitch com sua linha masculina. 

Neon sugiu mais uma vez com suas cores fortes, como é a cara da marca. Levou à passarela uma silhueta bem marcada com adição de volumes pontuais. Inspirados nas paisagens de Istambul surgiram as cores como blocos e as estampas. Vimos mistura de azul e rosa, laranja com bordô.

Bela mistura de cores, a marca trouxe um inverno bem alegre e vibrante e principalmente sensual na medida certa, com seu tubinhos e tomara que caias.


A estilista Fernanda Yamamoto se inspirou no renascimento, e o trouxe de encontro com as cidades, formando look mais urbanos e modernos. O renascimento em si podemos ver nas estampas e principalmente na catela de cores escolhida, como verde musgo, azul acinzentado, marrom com preto, bege e um toque sutil de laranja em algumas peças. A silhueta mais fluida, com tecido mais encorpados que conferiam o volume e amplitude dos modelos, principalmente das saias. 

Estampas bem interessantes, e a mistura do antigo com moderno.

Alexandre Herchcovitch subiu novamente na passarela do Fashion Week, mas desta vez com sua coleção voltada ao público masculino. Bem diferente da coleção feminina, esta teve a predominância de cores frias, as neutras preto e branco e vários tons de azul, que combinavam entre si. Inspirado no judaísmo ortodoxo o estilista mostrou modernos rabinos, muita alfaiataria, sobreposições, volumes e o mais inusitado, franjas.

O estilista trouxe um inverno bem quentinho mas ao mesmo tempo elegante. Cortes muito bem feitos em calças mais curtas e casacos mais amplos. 

O desfile mais conceitual do dia, seguindo a identidade da marca as roupas apareceram bem incomuns, que apareciam mais obras de arte. Roupas extremamente estruturadas, com muitos recortes inusitados, mostrando do lado de fora as "armações" dos vestidos. Muita transparência, brilho e principalmente mistura de cores. Pode-se notar uma influencia dos anos 90 mistuarada a um certo toque de futurismo.

Interessante o modo como foram utilizados os recortes e a mistura de cores com os tons neutros. Os looks ficaram inusitados, elaborados sem ficar over.

Um desfile extravagante e extremamente luxuoso, repleto de tecidos brilhosos, babados e muito volume. A silhueta brinca com o justíssimo e o volume, sempre dando foco a cintura, seus looks chamavam sempre a atenção para a feminilidade do corpo e sua curvas. O couro dos cintos e o peso das botas contrastavam com a leveza dos tecidos e dos cortes das saias.

Encerrou com maestria o ultimo dia de desfiles, suntuosos modelos roubaram a cena do dia, muito tudo deixou a coleção diferente e desejável.

Então, amanhã voltamos com a nossa programação normal, muitos makes e dicas novamente para vocês. Agora só esperar até a semana de moda de Nova York começar. 

Beijos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diz aí